Servidores realizam atos pela recomposição salarial

Servidores realizam atos pela recomposição salarial

Manifestações pela recomposição salarial ocorreram também em outras regiões do país. O primeiro ato da luta conjunta em 2022 teve grande repercussão na imprensa. A agenda de enfrentamento terá sequência nas próximas semanas.  

Com informações de: Ascom/ANPPREV e Ascom/FONACATE – Fotos: Sinasefe Nacional e Mariana Sousa

Diversos servidores do funcionalismo federal participaram do dia nacional de mobilização em defesa da recomposição salarial nesta terça-feira, 18 de janeiro. A data contou com atos públicos, pela manhã, em frente ao edifício-sede do Banco Central do Brasil em Brasília e, durante a tarde, no Ministério da Economia.

Os eventos marcaram o início da luta unificada em 2022. Além de servidores, parlamentares também compareceram para reforçar o pleito. O coordenador da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, deputado Professor Israel Batista (SOLIDARIEDADE/DF), destacou que, além do impacto direto na renda do servidor, a falta de recomposição salarial afeta toda a economia. “Quando o Estado cuida bem do servidor, ele gera recursos até mesmo para o setor privado”, afirmou ao defender a manutenção do poder de compra dos trabalhadores da Administração Pública.

“Hoje é um dia histórico para o serviço público federal, quando milhares de servidores param suas atividades, saem às ruas para dizer que não vão mais aceitar ataques”, enfatizou o presidente do Fonacate e da Fenaud, Rudinei Marques.

Manifestações pela recomposição salarial ocorreram também em outras regiões do país. O primeiro ato da luta conjunta em 2022 teve grande repercussão na imprensa. A agenda de enfrentamento terá sequência nas próximas semanas.

 

Requerimento

Ainda nesta terça-feira, o Fonacate solicitou, por meio de ofício, audiência com o ministro da Economia, Paulo Guedes, para “tratar da pauta salarial dos servidores federais”.

No documento, as entidades do Fórum pontuam que “as perdas inflacionárias dos servidores federais (acumuladas desde 2017, para 80% dos servidores; e desde 2019, para os demais), já corroeram cerca de ¼ do poder aquisitivo dos salários, e que se não houver recomposição salarial em 2022, tais perdas poderão se acumular até 2024”.

Confira abaixo o ofício na íntegra. E assista ao video com o a cobertura dos atos:

 

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

Diante do processo inflacionário e do congelamento salarial dos trabalhadores do setor público e privado, o governo nitidamente privilegia o setor bancário, ampliando as possibilidades de endividamento.
Diante do processo inflacionário e do congelamento salarial dos trabalhadores do setor público e privado, o governo nitidamente privilegia o setor bancário, ampliando as possibilidades de endividamento.
Diante do processo inflacionário e do congelamento salarial dos trabalhadores do setor público e privado, o governo nitidamente privilegia o setor bancário, ampliando as possibilidades de endividamento.
Desde o começo do ano, os servidores aguardam uma posição do governo sobre a política salarial para o funcionalismo. Rudinei Marques, presidente do Fonacate, lembrou que o ato marca o último recado dos servidores ao governo federal.
Desde o começo do ano, os servidores aguardam uma posição do governo sobre a política salarial para o funcionalismo. Rudinei Marques, presidente do Fonacate, lembrou que o ato marca o último recado dos servidores ao governo federal.
Desde o começo do ano, os servidores aguardam uma posição do governo sobre a política salarial para o funcionalismo. Rudinei Marques, presidente do Fonacate, lembrou que o ato marca o último recado dos servidores ao governo federal.
“Isso não gera nenhum gasto para o governo. Só precisamos da boa vontade de vocês para resolver esse problema”, afirmou Rudinei Marques.
“Isso não gera nenhum gasto para o governo. Só precisamos da boa vontade de vocês para resolver esse problema”, afirmou Rudinei Marques.
“Isso não gera nenhum gasto para o governo. Só precisamos da boa vontade de vocês para resolver esse problema”, afirmou Rudinei Marques.
“Os atos de hoje mostram a unidade do serviço público federal em busca de recomposição das perdas inflacionárias, que já passam dos 28%. A mobilização será intensificada nas próximas semanas”, garantiu o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.
“Os atos de hoje mostram a unidade do serviço público federal em busca de recomposição das perdas inflacionárias, que já passam dos 28%. A mobilização será intensificada nas próximas semanas”, garantiu o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.
“Os atos de hoje mostram a unidade do serviço público federal em busca de recomposição das perdas inflacionárias, que já passam dos 28%. A mobilização será intensificada nas próximas semanas”, garantiu o presidente do Fonacate, Rudinei Marques.
“Falta apenas vontade política para a recomposição das perdas inflacionárias, pois recursos existem. Para tanto, é necessário aumentar a pressão do funcionalismo”, afirmou o economista Braúlio Cerqueira.
“Falta apenas vontade política para a recomposição das perdas inflacionárias, pois recursos existem. Para tanto, é necessário aumentar a pressão do funcionalismo”, afirmou o economista Braúlio Cerqueira.
“Falta apenas vontade política para a recomposição das perdas inflacionárias, pois recursos existem. Para tanto, é necessário aumentar a pressão do funcionalismo”, afirmou o economista Braúlio Cerqueira.
O evento começa às 10h e é organizado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e pelo Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate). 
O evento começa às 10h e é organizado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e pelo Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate). 
O evento começa às 10h e é organizado pelo Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe) e pelo Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate). 
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support