PEC 32: entidades se preparam para audiências públicas e combate à reforma administrativa

PEC 32: entidades se preparam para audiências públicas e combate à reforma administrativa

"Os parlamentares talvez nem vão ler as Emendas e talvez nem a PEC. Eles estão votando com as lideranças sem conhecer o texto como foi o caso da PEC 186/2019", afirmou Rudinei Marques.

Com informações de:
Ascom/FONACATE com apoio Ascom/FENAUD e Ascom/ANPPREV

Publicado em: 28/04/2021 21:04

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Publicado em: 28/04/2021 21:04

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Em Assembleia Extraordinária realizada na terça-feira da semana passada (20 de abril), o Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) e entidades afiliadas debateram estratégias para o enfrentamento à Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32/2020, da reforma administrativa.

O objetivo é alertar os parlamentares para as inconsistências da proposta, que tramita na Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados.

A CCJC começou a realizar audiências públicas nesta segunda-feira, 26 de abril, e boa parte das entidades afiliadas ao Fonacate irão participar das mesas de debate.

Rudinei Marques, presidente do Fonacate e da Fenaud, participa amanhã (29 de abril) da audiência que será dividida em três blocos. No primeiro, que começa às 9h, participam o ex-secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital do Ministério da Economia, Paulo Uebel, e o presidente da Anafe, Lademir Rocha. À tarde, no segundo bloco, Rivana Barreto, presidente da Anadep, e o advogado e professor da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, Bruno Miragem, serão os expositores. E, fechando o debate, Rudinei Marques e Kleber Cabral, presidente do Sindifisco, falam a partir das 16h.

O presidente do Fonacate destacou a necessidade de uma interlocução mais próxima aos deputados, tanto no sentido de municiá-los com vistas ao ciclo de audiências públicas quanto para a etapa deliberativa.

“Os parlamentares talvez nem vão ler as Emendas e talvez nem a PEC. Eles estão votando com as lideranças sem conhecer o texto como foi o caso da PEC 186/2019”, afirmou Marques.

Quem tiver interesse de participar e acompanhar, a transmissão será por meio do link:   https://edemocracia.camara.leg

O Fonacate e as afiliadas também debateram, durante a Assembleia, o aprimoramento da redação do substitutivo à PEC 32/2020, produzido em parceria pela Comissão Parlamentar do Fórum e a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público (Servir Brasil).

MP 1042/2021

No último dia 15 de abril, o governo publicou a Medida Provisória (MP) 1.042/2021 que autoriza o Poder Executivo a transformar cargos em comissão, funções de confiança e gratificações. A assessora jurídica do Fonacate, Larissa Benevides, ressaltou que a MP é uma antecipação da Reforma Administrativa e um grande risco aos servidores públicos, principalmente no que se refere à possibilidade de perseguição no ambiente de trabalho.

A advogada destacou também que a matéria padece de inconstitucionalidade material já em seu nascedouro, ao tentar promover tais mudanças “por via oblíqua de medida provisória”, e informou que a Servir Brasil já protocolou Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) no Supremo Tribunal Federal (STF) questionando o novo regramento.

Avaliação de Desempenho

O assunto segue em discussão no grupo de trabalho criado no âmbito do Fórum, que produzirá um projeto a ser discutido entre as entidades afiliadas e apresentado aos parlamentares. A previsão é de que até junho o texto esteja pronto.

“A ciência sobre avaliação de desempenho é rica, e tem uma vasta bibliografia. nosso grupo conta com profissionais que conhecem a teoria e a prática, a fim de construir uma proposta que dialogue com a realidade”, explicou Pedro Pontual, presidente da Anesp e coordenador do GT do Fonacate.

O objetivo é que o Fonacate se antecipe aos debates sobre o tema no Congresso Nacional com uma proposta própria. “Temos que estar preparados para debater esse assunto. E o material que está sendo gestado é imprescindível para isso”, concluiu Rudinei Marques.

Categoria

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support
Scroll Up