Fonacate debate Lei Geral dos Concursos com relator Eduardo Cury

Fonacate debate Lei Geral dos Concursos com relator Eduardo Cury

O Fonacate e afiliadas continuam acompanhando o debate sobre o tema até que todas as falhas que ainda existem no texto sejam sanadas.

Com informações de: Ascom/FONACATE

A Lei Geral dos Concursos foi tema da audiência realizada entre o deputado federal Eduardo Cury (PSDB/SP) e representantes do Conselho Executivo do Fonacate. Rudinei Marques, presidente do Fórum, e os presidentes da Febrafite, Rodrigo Spada, e da Anesp, Pedro Pontual, conversaram com o parlamentar nessa quarta-feira, 25 de maio.

Na ocasião, os representantes do Fonacate se comprometeram a entregar um parecer da área jurídica com vários apontamentos sobre o PL. Eduardo Cury é o relator do Lei Geral dos Concursos (PL 252/2003), que tramita na Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara dos Deputados.

Para Marques, a reunião foi satisfatória, pois o parlamentar se mostrou sensível às críticas que ainda existem quanto ao texto do PL, e segundo a avaliação de Cury, dificilmente o projeto será levado a deliberação em plenário nessa legislatura.

O assessor parlamentar do Fonacate, Jorge Mizael, que também acompanhou o encontro, lembrou que o projeto está tramitando no Congresso há mais de 22 anos. Mas, foi importante observar que o relator está aberto ao diálogo com todas as entidades. Inclusive, nesta quinta-feira (26), Eduardo Cury já divulgou um novo texto do seu parecer.

O Fonacate e afiliadas continuam acompanhando o debate sobre o tema até que todas as falhas que ainda existem no texto sejam sanadas.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

Candidatos a deputado federal, estadual e distrital foram entrevistados pelo Fonacate e apresentaram sua propostas.
Candidatos a deputado federal, estadual e distrital foram entrevistados pelo Fonacate e apresentaram sua propostas.
Candidatos a deputado federal, estadual e distrital foram entrevistados pelo Fonacate e apresentaram sua propostas.
A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support