Eleições 2022: Conheça os candidatos que assinaram a Carta de Princípios do Fonacate

Eleições 2022: Conheça os candidatos que assinaram a Carta de Princípios do Fonacate

Candidatos a deputado federal, estadual e distrital foram entrevistados pelo Fonacate e apresentaram sua propostas.

Com informações de: Ascom/FONACATE

A Carta de Princípios do Fonacate foi subscrita por 36 candidatos de todo o país que assumiram o compromisso com propostas de valorização e fortalecimento do serviço público brasileiro.

Todos foram convidados para participar do dia de Entrevistas com Candidatos, promovido pelo Fórum e afiliadas, e realizado nessa segunda-feira, 5 de setembro.

Candidatos a deputado federal, estadual e distrital foram entrevistados e apresentaram sua propostas.

Participaram da sabatina no período da manhã: Professor Israel Batista, candidato a Deputado Federal – PSB/DF; Augusto Morelli – Deputado Distrital – REDE/DF; Aldemario Araujo Castro – Deputado Federal – REDE/DF; Kleber Cabral – Deputado Estadual – PODEMOS/SP; André Previato – Deputado Estadual – PSD/SP; Alessandra Minadakis – Deputada Federal – PSOL/GO; Perito Marcos Camargo – Deputado Federal – PSB/PR; e Charles Alcantara – Deputado Estadual – PT/PA.

No período da tarde: Tadeu Alencar – Deputado Federal – PSB/PE; Vagner de Moraes Alamino – Deputado Federal – PODEMOS/PR; George Souza – Deputado Distrital – MDB/DF; Roseli Faria – Deputada Federal – PSOL/DF; Marivaldo de Castro Pereira – Deputado Distrital – PSOL/DF; Alexandre Saraiva – Deputado Federal – PSB/RJ; Rodrigo Rollemberg – Deputado Federal – PSB/DF; José Aureliano – Deputado Estadual – PATRIOTA/GO; Victor Lins – Deputado Estadual– REDE/SP; Chiquinho Assis – Deputado Federal – Republicanos/MS; e Delegada Paula Mary – Deputada Federal – União Brasil/RJ.

A lista com os candidatos que assinaram a Carta de Princípios está disponível em PDF ao final da matéria. E se você quer ouvir as propostas dos candidatos que participaram das entrevistas, clique aqui.

Rudinei Marques, presidente do Fonacate, reitera a importância de que todos os brasileiros escolham candidatos comprometidos com a classe trabalhadora e os serviços públicos.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
A matéria deve ser votada no Senado Federal nas próximas horas.
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Quer saber como foi a atuação do seu/sua candidato(a) na atual legislatura? Acesse: www.quemfoiquem.org.br
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
Podem participar das entrevistas candidatos a deputados federal, estadual e distrital, além daqueles que concorrerão a uma vaga ao Senado Federal.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
O emprego desse “instrumento de poder” pode ser observado, conforme ponderou o presidente Rudinei Marques, nas recentes medidas que visam o desmonte dos serviços públicos, a captura do Estado e a fragilização dos direitos dos trabalhadores.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Dentre os pontos mais importantes da Carta de Princípios entregue a Mercadante para compromisso, o presidente do Fonacate enfatizou “a estabilidade no serviço público como instrumento de proteção dos servidores e do Estado brasileiro, de garantia da independência das instituições, da impessoalidade e da primazia do interesse público contra todas as formas de assédio e de ingerência política em questões de Estado, como temos visto em profusão nos últimos anos”.
Para Rudinei Marques, “em vez dessas agressões verbais ao funcionalismo, Paulo Guedes deveria se preocupar mais com a economia nacional: a inflação voltou com força, o preço da gasolina disparou, há 33 milhões de brasileiros passando fome e, nessa conjuntura desastrosa, a economia segue estagnada”.
Para Rudinei Marques, “em vez dessas agressões verbais ao funcionalismo, Paulo Guedes deveria se preocupar mais com a economia nacional: a inflação voltou com força, o preço da gasolina disparou, há 33 milhões de brasileiros passando fome e, nessa conjuntura desastrosa, a economia segue estagnada”.
Para Rudinei Marques, “em vez dessas agressões verbais ao funcionalismo, Paulo Guedes deveria se preocupar mais com a economia nacional: a inflação voltou com força, o preço da gasolina disparou, há 33 milhões de brasileiros passando fome e, nessa conjuntura desastrosa, a economia segue estagnada”.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support