Entidades divulgam carta ao presidente solicitando prorrogação do prazo de migração previdenciária

Entidades divulgam carta ao presidente solicitando prorrogação do prazo de migração previdenciária

Com informações de: Ascom/FONACATE

Diversas entidades representativas dos servidores públicos assinam Carta Aberta, divulgada nesta quarta-feira (27) e direcionada ao presidente Jair Messias Bolsonaro, solicitando a prorrogação do prazo de migração previdenciária.

“A reivindicação pela prorrogação decorreu de uma somatória de fatores, destacando-se a ausência de regulamentação clara e objetiva sobre os efeitos da transição, bem como, um mecanismo eficaz de aferição do benefício especial devido a cada um dos servidores”, assinalam as entidades.

A carta já foi entregue ao líder do Governo na Câmara, deputado Major Vitor Hugo (PSL/GO); ao secretário-geral de desburocratização e gestão do Ministério da Economia, Paulo Uebel; e ao ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni.

Clique no arquivo abaixo e confira a carta na íntegra.

Downloads

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

“Ao tempo em que reafirmamos nosso compromisso com o Estado Democrático de Direito, manifestamos nossa confiança que o governo eleito adotará medidas para a retomada das capacidades estatais de planejamento governamental e de coordenação estratégica de políticas públicas.”
“Ao tempo em que reafirmamos nosso compromisso com o Estado Democrático de Direito, manifestamos nossa confiança que o governo eleito adotará medidas para a retomada das capacidades estatais de planejamento governamental e de coordenação estratégica de políticas públicas.”
“Ao tempo em que reafirmamos nosso compromisso com o Estado Democrático de Direito, manifestamos nossa confiança que o governo eleito adotará medidas para a retomada das capacidades estatais de planejamento governamental e de coordenação estratégica de políticas públicas.”
O Fórum ainda se solidariza com a agente Karina Oliveira e o delegado Marcelo Vilella, feridos na ocasião, desejando a ambos pronta recuperação. E estende os votos de solidariedade à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, vítima de sucessivas ofensas desferidas pelo ex-parlamentar na última semana.
O Fórum ainda se solidariza com a agente Karina Oliveira e o delegado Marcelo Vilella, feridos na ocasião, desejando a ambos pronta recuperação. E estende os votos de solidariedade à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, vítima de sucessivas ofensas desferidas pelo ex-parlamentar na última semana.
O Fórum ainda se solidariza com a agente Karina Oliveira e o delegado Marcelo Vilella, feridos na ocasião, desejando a ambos pronta recuperação. E estende os votos de solidariedade à ministra Cármen Lúcia, do Supremo Tribunal Federal, vítima de sucessivas ofensas desferidas pelo ex-parlamentar na última semana.
O FONACATE entende que é necessário aguardar o resultado final das urnas e o início da próxima Legislatura para a retomada do debate em torno da reforma administrativa.
O FONACATE entende que é necessário aguardar o resultado final das urnas e o início da próxima Legislatura para a retomada do debate em torno da reforma administrativa.
O FONACATE entende que é necessário aguardar o resultado final das urnas e o início da próxima Legislatura para a retomada do debate em torno da reforma administrativa.
“O FONACATE lamenta que, a poucos meses das eleições, sejam ainda escutadas críticas à segurança das urnas eletrônicas, mesmo depois de recente auditoria do TCU, com base em referencial internacional, ter concluído que o sistema eleitoral brasileiro é bastante seguro.”
“O FONACATE lamenta que, a poucos meses das eleições, sejam ainda escutadas críticas à segurança das urnas eletrônicas, mesmo depois de recente auditoria do TCU, com base em referencial internacional, ter concluído que o sistema eleitoral brasileiro é bastante seguro.”
“O FONACATE lamenta que, a poucos meses das eleições, sejam ainda escutadas críticas à segurança das urnas eletrônicas, mesmo depois de recente auditoria do TCU, com base em referencial internacional, ter concluído que o sistema eleitoral brasileiro é bastante seguro.”
“É nítido o conflito de interesses. Principalmente porque essa possibilidade significa transferir o ônus das políticas públicas para pequenas empresas e pessoas físicas.”
“É nítido o conflito de interesses. Principalmente porque essa possibilidade significa transferir o ônus das políticas públicas para pequenas empresas e pessoas físicas.”
“É nítido o conflito de interesses. Principalmente porque essa possibilidade significa transferir o ônus das políticas públicas para pequenas empresas e pessoas físicas.”
O projeto ameaça terceirizar as atividades de fiscalização agropecuária. No PL, empresas de agronegócio podem contratar fiscais privados para fazer a análise sanitária de seus frigoríficos e estabelecimentos.
O projeto ameaça terceirizar as atividades de fiscalização agropecuária. No PL, empresas de agronegócio podem contratar fiscais privados para fazer a análise sanitária de seus frigoríficos e estabelecimentos.
O projeto ameaça terceirizar as atividades de fiscalização agropecuária. No PL, empresas de agronegócio podem contratar fiscais privados para fazer a análise sanitária de seus frigoríficos e estabelecimentos.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support