Publicações do Fonacate contribuem para o debate sobre a reforma administrativa

Publicações do Fonacate contribuem para o debate sobre a reforma administrativa

Todos os documentos foram entregues a deputados e senadores, além de representantes do governo.

Com informações de: Ascom/Fonacate

O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) e a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público elaboraram diversos estudos para colaborar com o debate sobre a reforma administrativa e o Plano Mais Brasil.

Todos os documentos foram entregues a deputados e senadores, além de representantes do governo. Saiba mais sobre cada uma das publicações e faça o download dos arquivos logo abaixo.

Reforma Administrativa do Governo Federal: contornos, mitos e alternativas

O estudo tem o objetivo de contribuir para o debate sobre a reforma administrativa. Organizado pelo mestre em Economia, Bráulio Cerqueira, e pelo doutor em Desenvolvimento, José Celso Cardoso, aponta equívocos nos pilares da reforma administrativa que tem como foco a redução de despesas às custas do encolhimento do Estado e da precarização do emprego no setor público. No documento, os especialistas propõem diretrizes para a promoção de uma reforma republicana e democrática, voltada para um serviço público efetivo e de qualidade.

Nota Técnica sobre PECs do “Plano Mais Brasil”

Nota Técnica que aponta inconstitucionalidades nas Propostas de Emenda à Constituição do “Plano Mais Brasil”, a saber, PEC Emergencial (186/2019), PEC da Revisão dos Fundos (187/2019) e PEC do Pacto Federativo (188/2019).

No entendimento do Fonacate, essas propostas padecem de erros sérios nos seus fundamentos. A exemplo do risco de erosão institucional, de precarização dos serviços públicos e de fragilização das garantias especiais das carreiras de Estado.

O lugar do Funcionalismo Estadual e Municipal no Setor Público Nacional (1986-2017)

O estudo tem o objetivo de contribuir para o debate sobre a reforma administrativa. Organizado pelo mestre em Economia, Bráulio Cerqueira; pelo doutor em Desenvolvimento, José Celso Cardoso; e pelo doutor em Sociologia, Félix Lopez, traz elementos para que a Reforma Administrativa em curso seja repensada em parâmetros mais republicanos e democráticos, a partir de dados atualizados sobre o serviço público em todo o país.

Plano Mais Brasil do Governo Federal – Análise de PEC 187/2019 – Extinção dos Fundos Públicos: desorganização do Estado e fragilização das políticas públicas

O estudo tem o objetivo de contribuir para o debate dos fundos infraconstitucionais hoje existentes no Brasil. Organizado pelos doutores em Economia da Unicamp, Licio da Costa Raimundo e Saulo Cabello Abouchedid, traz uma análise sobre as alterações constitucionais pretendidas pela Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 187/2019, destacando a importância de alguns fundos especiais para o financiamento e a gestão das mais variadas políticas públicas no país.

Reforma no Pacto Federativo: Implicações e Consequências das Proposições da PEC 188/2019

O estudo tem o objetivo de contribuir para o debate do Plano Mais Brasil, que traz reformas com substancial alteração no regime de pactuação federativa pela transformação de um modelo de caráter cooperativo noutro de essência competitiva e punitiva. A publicação, organizada pelo Doutor em Economia Aplicada pela Unicamp (SP) e servidor concursado do Ipea, Aristides Monteiro Neto, analisa as principais implicações da PEC 188/2019, em tramitação no Congresso Nacional, e faz importante alerta aos parlamentares que tratarão da matéria.

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

Última assembleia geral do ano foi encerrada com coquetel de confraternização pelos 15 anos de vida do Fonacate.
Última assembleia geral do ano foi encerrada com coquetel de confraternização pelos 15 anos de vida do Fonacate.
Última assembleia geral do ano foi encerrada com coquetel de confraternização pelos 15 anos de vida do Fonacate.
Rudinei Marques reiterou que o Fonacate está de olho no Congresso Nacional para evitar que a PEC 32/2020 seja votada esse ano e, desde já, convoca todos os servidores públicos para enviarem mensagens aos atuais e futuros deputados federais alertando sobre os perigos da proposta.
Rudinei Marques reiterou que o Fonacate está de olho no Congresso Nacional para evitar que a PEC 32/2020 seja votada esse ano e, desde já, convoca todos os servidores públicos para enviarem mensagens aos atuais e futuros deputados federais alertando sobre os perigos da proposta.
Rudinei Marques reiterou que o Fonacate está de olho no Congresso Nacional para evitar que a PEC 32/2020 seja votada esse ano e, desde já, convoca todos os servidores públicos para enviarem mensagens aos atuais e futuros deputados federais alertando sobre os perigos da proposta.
O webinar será realizado pelo Fonacate no próximo dia 24 de agosto, às 14h30. A transmissão será pelo canal do Fonacate no Youtube e pelas redes sociais das entidades afiliadas.
O webinar será realizado pelo Fonacate no próximo dia 24 de agosto, às 14h30. A transmissão será pelo canal do Fonacate no Youtube e pelas redes sociais das entidades afiliadas.
O webinar será realizado pelo Fonacate no próximo dia 24 de agosto, às 14h30. A transmissão será pelo canal do Fonacate no Youtube e pelas redes sociais das entidades afiliadas.
Sobre o processo eleitoral, o Fonacate planeja o Encontro com os Presidenciáveis para a entrega da Carta de Princípios.
Sobre o processo eleitoral, o Fonacate planeja o Encontro com os Presidenciáveis para a entrega da Carta de Princípios.
Sobre o processo eleitoral, o Fonacate planeja o Encontro com os Presidenciáveis para a entrega da Carta de Princípios.
“A preocupação com a gestão pública é relativamente recente, em nosso país. Enquanto não a entendermos como elemento primordial para a construção de um Estado necessário, eficiente, moderno e desenvolvido, infelizmente não conseguiremos avançar”, ressaltou o ministro.
“A preocupação com a gestão pública é relativamente recente, em nosso país. Enquanto não a entendermos como elemento primordial para a construção de um Estado necessário, eficiente, moderno e desenvolvido, infelizmente não conseguiremos avançar”, ressaltou o ministro.
“A preocupação com a gestão pública é relativamente recente, em nosso país. Enquanto não a entendermos como elemento primordial para a construção de um Estado necessário, eficiente, moderno e desenvolvido, infelizmente não conseguiremos avançar”, ressaltou o ministro.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support