Entidades apoiam lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público

Entidades apoiam lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público

Uma iniciativa do deputado federal Professor Israel Batista (PV/DF), em parceria com o Fonacate e diversas outras entidades que representam os servidores públicos, a Frente atuará promovendo debates, seminários e outros eventos com pautas focadas no funcionalismo.

Com informações de: Ascom/FONACATE e Ascom/SINDILEGIS

O Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) e suas afiliadas convidam para o Lançamento da Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público, no próximo dia 3 de setembro, às 15h, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados.

Uma iniciativa do deputado federal Professor Israel Batista (PV/DF), em parceria com o Fonacate e diversas outras entidades que representam os servidores públicos, a Frente atuará promovendo debates, seminários e outros eventos com pautas focadas no funcionalismo e em defesa de um serviço público de qualidade.

Cerca de 220 deputados e senadores vão integrar a Frente, que também atuará na solicitação de estudos à consultoria da Casa sobre os principais pontos da pauta prioritária dos servidores públicos: negociação coletiva, direito de greve, assédio moral na administração pública e, claro, Previdência dos servidores.

De acordo com o deputado professor Israel Batista, em função das inúmeras propostas de mudança nas legislações que dizem respeito diretamente ao conjunto de servidores e ao serviço público no Brasil, é necessário e urgente um debate contínuo sobre a prestação de serviços voltados para a sociedade. “Também é fundamental trazer à discussão iniciativas que podem configurar em patente ameaça aos direitos e garantias de milhões de servidores e servidoras”, argumentou.

De acordo com o estatuto, a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público terá como finalidades:

I – Promover debates, simpósios, seminários e outros eventos pertinentes ao exame da política de desenvolvimento do serviço público;
II – Promover o intercâmbio com instituições semelhantes e parlamentos de outros países, visando o aperfeiçoamento recíproco dos respectivos serviços públicos;
III – Procurar, de modo contínuo, o aperfeiçoamento da legislação referente ao serviço público, influindo no processo legislativo a partir das comissões temáticas nas duas Casas do Congresso Nacional; e,
IV – Conhecer e auxiliar na divulgação de novos métodos e processos que fomentem a eficiência do serviço público.

LANÇAMENTO

Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público

Local: Salão Negro da Câmara dos Deputados

Data: 3 de setembro

Horário: a partir das 15 horas

*Será servido coquetel durante o evento

Downloads

Compartilhe:

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on skype
Share on telegram

Notícias Relacionadas

Representantes do funcionalismo criticam estudo do Banco Mundial com avaliação sobre o emprego público no país.
Representantes do funcionalismo criticam estudo do Banco Mundial com avaliação sobre o emprego público no país.
Representantes do funcionalismo criticam estudo do Banco Mundial com avaliação sobre o emprego público no país.
Rudinei Marques citou, de antemão, projetos preocupantes como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, da reforma da Previdência, que pode ser aprovada nos próximos dias pelo Senado; a reforma administrativa; e projetos de lei que tratam da avaliação de desempenho e perda da estabilidade dos servidores públicos.
Rudinei Marques citou, de antemão, projetos preocupantes como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, da reforma da Previdência, que pode ser aprovada nos próximos dias pelo Senado; a reforma administrativa; e projetos de lei que tratam da avaliação de desempenho e perda da estabilidade dos servidores públicos.
Rudinei Marques citou, de antemão, projetos preocupantes como a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, da reforma da Previdência, que pode ser aprovada nos próximos dias pelo Senado; a reforma administrativa; e projetos de lei que tratam da avaliação de desempenho e perda da estabilidade dos servidores públicos.
O Fonacate vai reunir sua equipe técnica para pensar novos projetos pela valorização do serviço público e uma agenda positiva para o trabalho proativo junto ao Congresso Nacional.
O Fonacate vai reunir sua equipe técnica para pensar novos projetos pela valorização do serviço público e uma agenda positiva para o trabalho proativo junto ao Congresso Nacional.
O Fonacate vai reunir sua equipe técnica para pensar novos projetos pela valorização do serviço público e uma agenda positiva para o trabalho proativo junto ao Congresso Nacional.
Representando parlamentares, manifestantes trajando terno e gravata quebraram a marretadas uma estrutura de mock-up com a palavra APOSENTADORIA contra a PEC 6/19
Representando parlamentares, manifestantes trajando terno e gravata quebraram a marretadas uma estrutura de mock-up com a palavra APOSENTADORIA contra a PEC 6/19
Representando parlamentares, manifestantes trajando terno e gravata quebraram a marretadas uma estrutura de mock-up com a palavra APOSENTADORIA contra a PEC 6/19
Rudinei Marques, presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, afirmou que a Frente representa um marco na rearticulação do serviço público brasileiro para resistir a uma “série de ataques que têm se intensificado desde o início do governo Temer e agora atingiram uma proporção desmedida”.
Rudinei Marques, presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, afirmou que a Frente representa um marco na rearticulação do serviço público brasileiro para resistir a uma “série de ataques que têm se intensificado desde o início do governo Temer e agora atingiram uma proporção desmedida”.
Rudinei Marques, presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, afirmou que a Frente representa um marco na rearticulação do serviço público brasileiro para resistir a uma “série de ataques que têm se intensificado desde o início do governo Temer e agora atingiram uma proporção desmedida”.
Para economizar R$ 366 milhões neste ano, a pasta determinou uma série de ações para reduzir as despesas, incluindo a limitação do horário de trabalho e o corte de celulares dos servidores.
Para economizar R$ 366 milhões neste ano, a pasta determinou uma série de ações para reduzir as despesas, incluindo a limitação do horário de trabalho e o corte de celulares dos servidores.
Para economizar R$ 366 milhões neste ano, a pasta determinou uma série de ações para reduzir as despesas, incluindo a limitação do horário de trabalho e o corte de celulares dos servidores.
Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support