FONACATE – Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado

Carreiras Típicas de Estado:

Menu Fechar

Reforma da Previdência: Entidades miram a Greve Geral em junho

“Essa reforma prejudica os mais pobres. À base da chantagem, o governo diz que não vai repassar verbas aos Estados se a reforma da Previdência não for aprovada", disse Marcelino Rodrigues.
Facebook
Twitter

Com Informações: Ascom/Fonacate 14/05/2019 17:08

Além do trabalho parlamentar, da busca de assinaturas nas dez emendas e das discussões técnicas sobre a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019, que trata da reforma da Previdência, as afiliadas ao Fórum das Carreiras de Estado (Fonacate) debatem a adesão à greve geral de 14 de junho.

Durante Assembleia Geral do Fórum, realizada na tarde desta terça-feira (14), as afiliadas chegaram ao consenso de que é preciso apoiar a paralisação nacional em defesa da educação, marcada para o dia 14 de maio, bem como dar início à mobilização do serviço público a fim de somar forças na greve geral contra a reforma da Previdência, marcada para o dia 15 de junho. 

“Temos que unir a força do serviço público aos trabalhadores da iniciativa privada. O apoio à paralisação nacional dos professores, estudantes e técnico-administrativos das instituições de ensino é o primeiro passo. Mas precisamos organizar uma mobilização mais ampla, para dizer com todas as letras que não aceitaremos a destruição da Previdência Pública”, ressaltou Rudinei Marques, presidente do Fonacate. A indicação do Fórum será para a adesão à greve geral convocada para o dia 15 de junho.

“Essa reforma prejudica os mais pobres. À base da chantagem, o governo diz que não vai repassar verbas aos Estados se a reforma da Previdência não for aprovada. É nossa obrigação alertar a sociedade e os parlamentares sobre os perigos desse projeto”, afirmou Marcelino Rodrigues, presidente da Anafe e secretário-geral do Fórum.

O Fonacate vai divulgar Moção de Apoio ao ato que será realizado no dia 15 de maio pelos trabalhadores da Educação. “Esse governo está diminuindo recursos em áreas que são fundamentais para o país. É na educação, no meio ambiente, em órgãos responsáveis pela fiscalização dos recursos públicos. É hora de união e de mostrar que não vamos permitir o desmonte das nossas instituições”, defendeu Leandro Couto, diretor da Assecor.

Nova afiliada – Foi deliberado ainda durante a Assembleia, por unanimidade, a admissão da Associação Nacional dos Procuradores e Advogados Públicos Federais (Anpprev) no quadro de afiliadas ao Fórum.

A entidade representa mais de 1.500 servidores integrantes da carreira de Procurador Federal, e outros que também integram carreiras e categorias jurídicas na estrutura do Serviço Jurídico da União, da Advocacia Consultiva da União e da Advocacia Geral da União.

“Fico feliz com afiliação da Anpprev. É uma entidade que tem feito um trabalho muito importante dentro da advocacia da União e em parceria conosco e com a Anafe”, disse José Ernane Brito, diretor do Sinprofaz.

O Fonacate passa a somar a partir de agora 32 entidades afiliadas representativas das carreiras exclusivas de Estado.

Voltar ao topo

Todos os direitos reservados © FONACATE 2019