FONACATE – Fórum Nacional Permanente de Carreiras Típicas de Estado

Carreiras Típicas de Estado:

Menu Fechar

Em meio à onda de ataques, servidores públicos ganham Frente Parlamentar para defender seus direitos

Rudinei Marques, presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, afirmou que a Frente representa um marco na rearticulação do serviço público brasileiro para resistir a uma "série de ataques que têm se intensificado desde o início do governo Temer e agora atingiram uma proporção desmedida".
Facebook
Twitter

Com Informações: Ascom/SINDILEGIS, Ascom/FONACATE e Ascom/UNACON SINDICAL - Fotos: Ricardo Botelho/FONACATE 04/09/2019 18:41

Enfrentando uma reforma da Previdência, e futuramente, a do próprio funcionalismo público, servidores terão mais uma ferramenta de representatividade a partir desta terça-feira (3). É que foi instalada, no Salão Nobre da Câmara dos Deputados, a Frente Parlamentar Mista em Defesa do Serviço Público.

Coordenada pelo deputado Israel Batista (PV-DF), a Frente já conta com a participação de 235 deputados, seis senadores e 23 partidos de todos os estados e tem como objetivo discutir o papel e o aprimoramento do funcionalismo, sem deixar de lado direitos que têm sido questionados por parte da população, como a estabilidade dos servidores públicos.

“Em função das inúmeras propostas de legislações que dizem respeito diretamente ao conjunto de servidores e ao serviço público no Brasil, faz-se necessário e urgente um debate contínuo sobre o papel do serviço público e temas como negociação coletiva, direito de greve, combate ao assédio moral no ambiente de trabalho e o Regime Próprio de Previdência”, argumentou Professor Israel.

O lançamento contou com a participação dos parlamentares Erika Kokay (PT-DF); Paulo Pimenta (PT-RS); Alessandro Molon (PSB-RJ); Luís Miranda (DEM-DF); e Paulo Teixeira (PT-SP) e diversas entidades representativas do funcionalismo.

O Professor Israel destacou que a Frente nasce “robusta”, com apoio de mais da metade da Câmara e representantes de 23 partidos diferentes. “Esperamos uma posição representativa nos debates sobre a reforma administrativa, próxima pauta referente ao servidor público, que já está sendo estudada pela Casa”, finalizou.

Rudinei Marques, presidente do Fonacate e do Unacon Sindical, afirmou que a Frente representa um marco na rearticulação do serviço público brasileiro para resistir a uma “série de ataques que têm se intensificado desde o início do governo Temer e agora atingiram uma proporção desmedida”. Segundo ele, “é importante essa força de apoio no Congresso Nacional para a articulação entre os próprios servidores públicos, afinal somos 12 milhões no país e temos o dever de lutar por um Estado que garanta serviços públicos de boa qualidade para a população”.

Marques também lembrou que as ameaças à estabilidade – a exemplo do Projeto de Lei do Senado (PLS) 116/2017 – e ao financiamento das entidades sindicais – conforme estabelecia a superada MP 873/2019 – são apenas algumas das indicações de que a categoria segue como alvo preferencial do governo. E quem sofrerá os impactos será a população mais carente de políticas públicas de qualidade. “Querem acabar com qualquer forma de resistência. Já está acontecendo uma implosão dos mecanismos de proteção social e precisamos estar atentos”, encerrou.

Mais de 15 dirigentes de entidades também expressaram a relevância da Frente.

Voltar ao topo

Todos os direitos reservados © FONACATE 2019