• Finanças e Controle
  • Fiscalização
  • Gestão Pública
  • Segurança Pública
  • Comércio Exterior
  • Diplomacia
  • Advocacia Pública
  • Defensoria Pública
  • Regulação
  • Política Monetária
  • Planejamento
  • Orçamento Federal
  • Magistratura
  • Ministério Público
Notícias
Direito de Greve» Fonacate cobra votação na CCJC O Fonacate também já pediu apoio do governo, tendo em visto a necessidade de dar seguimento à internalização da Convenção 151 da OIT, que trata de negociação coletiva e organização sindical no serviço público. Com informações: Ascom/FONACATE Publicado em 11/07/2018 às 16:42 | Atualizado em 11/07/2018 às 17:03

Representantes das entidades afiliadas ao Fonacate participaram na manhã desta quarta-feira (11) de uma audiência com o deputado federal Daniel Vilela (MDB/GO), presidente da Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJC) da Câmara.  Em pauta, o pedido para que a Comissão vote e aprove o mais breve possível o Projeto de Lei (PL) 4497/2001, que trata do direito de greve dos servidores públicos.

 

“Já foi formado um consenso entre o relator, deputado Betinho Gomes (PSDB/PE), e as entidades representativas dos servidores. Esse projeto traz avanços importantes na regulamentação do direito de greve no serviço público, com regras próprias, sem ficar à mercê das regras da iniciativa privada, que nem sempre se adequam às nossas peculiaridades”, disse o presidente do Fórum, Rudinei Marques.

 

Marques lembrou que o Fonacate esteve reunido diversas vezes com a equipe técnica do deputado Betinho e que boa parte das sugestões do Fórum foram acatadas por ele no substitutivo, que está pronto para ser votado na CCJC.

 

Daniel Vilela questionou se o projeto também já é de conhecimento do governo. Rudinei Marques informou que na reunião do Fórum com o ministro do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão, Esteves Colnago, no último dia 20 de junho, falou da matéria e pediu apoio do governo, tendo em visto a necessidade de dar seguimento à internalização da Convenção 151 da OIT, que também trata de negociação coletiva e organização sindical no serviço público.

O parlamentar se comprometeu, então, a articular com o relator, deputado Betinho, uma estratégia para a aprovação do PL 4497 na CCJC e encaminhamento ao Plenário. Porém, segundo ele, isso só será possível após o pleito eleitoral de 2018.

 

Já o deputado Betinho garantiu que, havendo uma boa reunião na CCJ com quórum, irá colocar a matéria em deliberação. “Insistimos em nosso pedido para que esse PL seja votado e aprovado ainda este ano”, reiterou Rudinei Marques.

Todos os direitos reservados © FONACATE 2013 layout por grupoflamba.com & desenvolvido por MGNIERS Política de Privacidade Termos de Uso